Grupo Coral Capoeiragem homenageia Mestre Ganso, vitimado pela Covid-19

Grupo Coral Capoeiragem homenageia Mestre Ganso, vitimado pela Covid-19

Com 35 anos dedicados à capoeira, alagoano tornou-se referência no Estado, ao instruir e formar inúmeros praticantes da expressão cultural brasileira de origem africana

O esporte alagoano amanheceu de luto no último Domingo de Páscoa (4 de abril). O capoeirista Radludzon Neves Vieira, o Mestre Ganso, faleceu vítima da Covid-19, aos 46 anos. Nascido em Maceió, o atleta foi um dos principais disseminadores da prática da arte marcial brasileira em Alagoas.

Próximo a completar um mês de sua passagem, os integrantes do grupo Coral Capoeiragem prestaram homenagem ao mestre, destacando a relevância e o legado de uma trajetória exemplar. Em 35 anos dedicados à capoeira, Mestre Ganso tornou-se referência e inspiração para todos os acolhidos por seus ensinamentos. Ao longo do período, formou mestres e contramestres, professores e instrutores de capoeira, além de graduar um grande número de alunos.



Ao respeitar e repassar o saber ancestral adquirido com outros mestres, o instrutor figurou como um verdadeiro guia para seus discípulos. Um educador com natural vocação para liderança, cuja transmissão de ensino e aprendizado combinava técnicas e movimentos da capoeira com exemplos e lições para toda a vida.

Radludzon Neves, o Mestre Ganso, deixa a esposa, Nilma Gonçalves, e quatro filhos. O mestre deixa o legado de décadas de dedicação à capoeira e das muitas vidas transformadas através da prática de origem africana.

Vida na capoeira

Precoce, iniciou a trajetória na capoeira em 1986, aos 11 anos de idade, com o Mestre Jacaré. Depois, deu continuidade aos treinos com o Mestre Caveirinha e com o capoeirista Celso Palito. Após algum tempo, passou a estudar com o Mestre Jorge Ceará, entre 2001 e 2015, este último ano em que, infelizmente, Ceará adoeceu, vindo a falecer em 2016.

O apelido “Ganso” foi dado pelo hoje Mestre Celso Palito, que à época, início da década de 1990, também era aluno do Mestre Caveirinha.

Entre as décadas de 1990 e o início dos anos 2000, Mestre Ganso deu aulas em escolas e centros sociais localizados nos conjuntos Graciliano Ramos, José Tenório, Henrique Equelman e Salvador Lyra. O desportista proferiu cursos e palestras, organizou eventos e realizou batizados de mudança de graduação – tanto do próprio grupo de capoeira quanto de outras agremiações que participou.

Em 2018, recebeu o título de Notório Saber Ancestral de Capoeira, pela Fundação Cultural Palmares (FCP), pelo Conselho Estadual de Mestre de Capoeira de Alagoas (CEMCAL) e pelo Centro de Cultura e Estudos Étnicos ANAJÔ. No ano seguinte, supervisionou, enquanto diretor do Grupo Coral Capoeiragem, a realização do evento feminino “Ê Viva Dandara I”, que buscou destacar o papel da mulher na capoeira. Em paralelo, realizava o “Rodas nas Praças”, ação promovida pela Federação de Capoeira do Estado de Alagoas.

Mestre Ganso tratava seus alunos como amigos pessoais. Mesmo diante das adversidades financeiras com as quais se deparava, sempre prezou pela permanência de seus alunos, tendo notável contribuição social na formação e acolhida de jovens da periferia de Maceió, priorizando o importante papel social da Capoeira.

Também consta no currículo do Mestre o Prêmio Mestra Virgínia de Reconhecimento Artístico e Cultural, destinado a “Mestras, Mestres e Personalidades, cuja atividade e trajetória de vida tenham contribuído de maneira fundamental tanto para a salvaguarda da memória e do patrimônio da cultura popular quanto para a fruição artístico-cultural”, conforme descrito em edital.

Coral Capoeiragem

O grupo Coral Capoeiragem – a princípio, batizado como Coral Nordeste Capoeiragem – foi fundado no ano de 2006, em Maceió, por Mestre Ganso. O grupo foi criado com o intuito de disseminar os conhecimentos adquiridos ao longo de anos de dedicação à cultura ancestral, transmitindo valores e ensinamentos pautados por respeito, dedicação, disciplina e trabalho em equipe adquiridos por em sua trajetória ao lado dos mestres Caveirinha e Ceará.

Atualmente, os treinos do grupo Coral Capoeiragem são realizados na Escola Estadual Professora Irene Garrido, localizada no Conjunto Dubeaux Leão, em Maceió.

Por: Daniel de Oliveira/Com Assessoria – https://www.gazetaweb.com/



O conteúdo Grupo Coral Capoeiragem homenageia Mestre Ganso, vitimado pela Covid-19 aparece primeiro em Portal Capoeira.
Portal Capoeira – O Portal do Capoeirista. Notícias, Publicações, Artigos e Crônicas da Capoeira. Downloads, Videos, Fotos, Músicas, Livros e todo universo da capoeiragem.

Share this post